Em Silêncio


Em Silêncio

O homem que foste
E que sempre serás
Tem no olhar vivo
A calma ternura
Do amor que não se diz,
Mas se sente
E se transmite em cada gesto.
O porto seguro,
A luz do farol,
Assente na rocha do teu ser,
Continua a iluminar
Cada gesto e cada palavra.
Na adversidade e na dor
Soubeste encontrar,
Além das aparências,
Dos preconceitos e dos julgamentos,
A força que faz de ti
A coragem e o exemplo.
Não digas nada, pai!
Nenhuma palavra pode dizer
O amor que existe
Entre ti e os teus.
Não é necessário abrir o livro
Para ler o que te vai no peito.
Sei, pai,
Que me acompanhaste a cada passo.
Em silêncio observavas,
Em gestos aconselhavas,
E nunca quiseste impor
O amor
Incondicional e constante.
Não digas nada, pai!
Não era necessário escrever versos
Para te dizer
O quanto, para mim, és importante.
Dulce Mor@is
————————
O poema com o qual participei ao passatempo 
do Grupo Voar na Poesia e que recebeu
uma menção honrosa. Foi publicado aqui.


Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

13 respostas a Em Silêncio

  1. Isa E. diz:

    Lindo, Dulce!"amor que não se diz"Tão imenso que não precisa de palavras…Belíssimo poema, minha amiga!

  2. Querida Dulce!Linda poesia, suave esta linda homenagem para um pai, que sempre será um elo de Amor que não se rompe que é a luz eterna do viver.Abraços e Boa noite para você.Nati

  3. Por Amor diz:

    Dulce …..DE DOCE …TUDO !!! LINDO ..MUITO LINDO !!! FIQUEI SEM PALAVRAS !!! GOSTARIA EU DE SER UM PAI ASSIM VISTO ! SENTIDO !! E AMADO !!! BEIJO Pedro Pugliese

  4. Que lindo, querida Dulce. Eu nunca tive um pai presente e sinto uma pontada de inveja por essa relação que nunca vivi.Um beijinho enormeRuthia d'O Berço do Mundo

  5. Malu Silva diz:

    Há certas coisas, certos sentimentos, que somente o silêncio pode transformar em algo palpável…Lindo de VIVER este poema!!!Grande abraço

  6. Palavras tao belas para expressar o sentimento que temos perante o nosso pai.bjinho

  7. Bom dia Dulce, fiquei encantada com suas poesias, você escreve divinamente, foi uma honra te encontrar como seguidora, fiquei muito feliz viu?Estou te seguindo com muito carinho! Sua poesia, em Silêncio é muita linda, Deus levou o meu pai para junto dele, e até hoje não acredito. Um abraçoMaria Machado

  8. Dulce, eu tenho uma imagem do meu pai q levarei comigo. Ele, com a mão direita deu o pão, alimento para o corpo; com a mão esquerda deu os livros, alimento para a alma. Sempre silcencioso, ele ensina com olhar. Bjos.

  9. Oi, Dulce, reflete bem o sentimento que sentimos com relação ao Pai…o porto seguro e o tácito entendimento, sem palavras, só amor.Um abraço

  10. Simplesmente lindo e comovente. Bonito demais, Dulce.

  11. Que beleza de poesia. Pai é muito importante, o meu já está na eternidade, mais lembro sempre e sempre dele… saudade. Parabéns pelos belos versos amiga. Bjus => Gritos da alma => Meus contos => Só quadras

  12. Na poesia revelamos a palavra. Mas há sentimentos que somente um olhar pode traduzir: "Não digas nada, pai!Nenhuma palavra pode dizerO amor que existeEntre ti e os teus."Feliz dia do Pai. Obrigado por compartilhar tua poesia.

  13. Isa Lisboa diz:

    O verdadeiro farol ilumina sempre o nosso coração! Bonito poema e linda homenagem!Beijo

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s