Elementos

Imagem da Web Autor desconhecido

Imagem da Web
Autor desconhecido

Elementos

Quando as águas se elevam
em vapor transformadas,
e nuvens se formam
no céu da humanidade,
a escuridão invade
os seres na Terra,
humildes e derrubados.

São correntes avassaladoras,
que percorrem as almas.
Devastam o passado,
comprometem o futuro.
Nada as pode impedir,
dos edifícios destruir.

São marés incontroláveis,
rápidas como as tempestades
deixando homens inconsoláveis,
e mães desesperadas.

Não há vento mais poderoso,
que o sopro do destino.
Leva o prometido esposo,
Cria na mente o desatino.

Dulce Morais

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

10 respostas a Elementos

  1. Sandro Ernesto diz:

    As águas lavam e levam muitas coisas e depois de toda tempestade vem a bonança… belíssimo poema Dulce ! Abraços

  2. Ruthia diz:

    A Dulce acredita no destino? Eu acredito na força do nosso querer e do nosso trabalho mas, de vez em quando, a vida prega partidas de muito mau gosto mesmo àqueles que batalham sem nunca esmorecer. Será o destino? E terá a força dessa tempestade que tão bem descreve? A propósito, a imagem também é fantástica!
    Abraço
    Ruthia d’O Berço do Mundo

  3. Quando um coração está alegre parece sempre haver sol, mesmo quando as águas de elevam. Mas quando a tristeza o abate até um dia bonito de sol tem cara de tempestade. Gr. Bj. minha amiga…

  4. Isa Lisboa diz:

    O que fazer contra os elementos que pensamos controlar?

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s