Idiomas

Idiomas

Nas palavras caladas
esconde-se o mistério
do que não pode dizer-se.
Inventam-se linguagens
para expressar os sentimentos
impossíveis a descrever.

E na amargura
do fracasso das tentativas,
encara-se enfim a certeza
que assim deve ser.

Dulce Morais

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

3 respostas a Idiomas

  1. Isa Lisboa diz:

    Realmente há palavras que não conseguem sair, e talvez seja suposto ser assim. Talvez não precisem ser ditas, a quem as sabe ouvir no silêncio que se faz…!
    Lindo poema, Dulce!

  2. Dulce, paro na “certeza que assim deve ser”. “Com certeza não estou certo disso”.
    Um abraço grande,
    Manoel

  3. Querida Dulce,

    Nas palavras caladas encondem-se sentimentos, dores, intenções e até o injustificável… Ás vezes nem a linguagem inventada consegue traduzir o peso ou a leveza dessas palavras. Mas, talvez elas encontrem um caminho, ou talvez elas se calem num gesto.
    Gr. BJ. e um forte abraço de quem sempre a terá no coração!

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s