Imagem do Infeliz Paradoxo

Arte: Carlos Saramago

Arte: Carlos Saramago

Imagem do Infeliz Paradoxo

Se a aflição não tem
A tão desejada solução,
A súplica à multidão
Se faz oração.
Que os gritos ecoem
Por cima das montanhas,
Que as lágrimas sejam a fonte
Dos rios imortais,
E que, num gesto de misericórdia,
Se concedam ao insignificante
Os desejos tão sinceramente clamados;

Apaguem a luz
Para que eu abra os olhos.
Quero ir ao Sul
Para encontrar o meu Norte.
Dissipem as nuvens
Para que eu receba a chuva.
Dêem-me as cores
No branco dos sonhos.
Despedacem o corpo
Para reunir a alma.
Na imobilidade
Mostrem-me o caminho.

E se, por orgulho ou crueldade,
Retiram ao miserável
O que com tanta força roga,
Que o acolha a inevitável
No vazio que outrora o atraíra.

Dulce Morais

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

7 respostas a Imagem do Infeliz Paradoxo

  1. Boa tarde, Dulce. Parabéns por tão belo poema! Um encanto de reflexão! Miserável ser que tudo lhe é negado, quanto mais clama, mais sente que a felicidade se esvai de sua mente, alma, em forma de oração.
    Que ele encontre em si a maneira de sobreviver, de realizar, de amar, registrar um novo caminho mais suave, não o de dor, mas com paz, que há muito anseia.
    Muito completo!
    Beijos na alma e paz!

  2. Talvez esse seja o caminho…
    desfragmentar pra reconstruir,
    dissipar para receber,
    chegar ao oposto para encontrar…
    Teu poema nos oferece uma multiplicidade de possibilidades para o sentir e para o entendimento, e eu adoro isso! Amo muito você minha querida! Gr. Bj.!

  3. Ruthia diz:

    Um poema do desespero, Dulce. Muito forte. Quase ouvi os gritos que ecoam das montanhas e o choro que alimenta os rios. Que as preces sejam atendidas.
    Beijinho, um doce fim-de-semana
    Ruthia d’O Berço do Mundo

  4. Dulce, imagem e poema marcante, gritante, belíssimo.No momento destaco os versos abaixo .

    “Que as lágrimas sejam a fonte
    Dos rios imortais,
    E que, num gesto de misericórdia,
    Se concedam ao insignificante
    Os desejos tão sinceramente clamados;”

    Beijos no seu coração.

  5. Isa Lisboa diz:

    “Quero ir ao Sul
    Para encontrar o meu Norte.”
    Adorei! 🙂
    Beijinho

  6. Dulce, o seu jeito de escrever é inteligente e cativante. Eu particularmente adoro essas suas tiradas:
    ” Quero ir ao Sul
    Para encontrar o meu Norte.”
    Esse pensamento não é fabricado. É inspirado mesmo. A ilustração da postagem é uma beleza.
    Um abraço grande,
    Manoel

  7. carlos diz:

    Lindo !!!
    muito sucesso Dulce Morais ,gostei também do meu quadro que escolheste ….

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s