Dream

Arte: Sycamore Canyon Dream - Lucilla Butler

Arte: Sycamore Canyon Dream – Lucilla Butler

Dream

Did I see something?
Right there, at the corner
I could swear it was you…

Did I hear your voice?
Right now, like a whisper near my ear
I could swear it was you…

Did I feel something?
Right there, on my hand
I could swear it was you…

Did I dream something?
Right now in this unconscious walk
I could swear you were here…

Dulce Morais

This poem was originally posted on
Tubo de Ensaio, here.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

3 respostas a Dream

  1. Ruthia diz:

    Uma presença sentida (ainda que não vista) não deixa de ser consoladora, feliz. Um sussurro, a sensação de que somos olhadas… delicioso. E a Dulce tão versátil, é talentosa em qualquer língua.
    Beijinho, um doce restinho de semana
    Ruthia d’O Berço do Mundo

  2. Sonhos… como sobreviver sem eles? Algumas presenças são tão reais que a concretização delas se dá somente num plano que ultrapassa nossa compreensão. O que nos resta é sentir, nada mais. Gr. Bj. Dulce!

  3. Dulce, que bonitinho esse poema. Com certeza era você!
    Grande abraço,
    Manoel

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s