Gestos da Ausência

Clique na imagem para aumentar e ler o poema

Clique na imagem para aumentar e ler o poema

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

4 respostas a Gestos da Ausência

  1. Dulce, muito lindo, cheio de sensibilidade e se esforçando para se libertar das tristezas causadas pela ausência.
    Um abraço muito grande,
    Manoel

  2. Sissym diz:

    Querida Dulce,

    Eu desejo tudo de bom a voce, seus familiares e a todos nossos amigos presentes.
    Que seja a magia do amor o instrumento para a transformação de cada dia num outro ainda melhor.

    Boas Festas, muita paz.

    Beijos

  3. OLUm feliz tudo para você.

    Saúde, paz e amor !!!

    Sinceramente.

    Um abração carioca.Á,

  4. ausências… posso dizer que entendo um pouco delas e sei que elas doem e corroem a alma da gente… mas o bom é quando conseguimos transformá-las em doces lembranças que nos momentos de solidão acabam por nos consolar, suprindo de certa forma o vazio que elas trazem. O poema é lindo e muito sofrido. Com o movimento das palavras forma em nossa mente imagens de recomeços necessários. Gr. Bj. minha querida amiga!

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s