As cores depois da chuva

Arte: Blandine Van Noord Arc-en-ciel

Arte: Blandine Van Noord
Arc-en-ciel

As cores depois da chuva

A terra ainda molhada, ensopada das lágrimas pelo algodão derramadas, oferece ao transeunte a frescura do passeio imprevisto. Avista-se ao longe, onde o Céu vem encostar-se à Terra, perto da linha que limita a visão, pedaços da cama das gotas, já mais pequenas, já menos assustadoras.

Mais perto, como num sonho acordado, desenha-se uma ponte que une o Terrestre ao Celeste, criando a sensação que as fadas visitaram os humildes humanos, que os elfos passearam por ali a caminho da floresta próxima.

Pintada pela luz, encantada pela magia, a efémera ponte, frágil passagem que pode atravessar-se em devaneios, cura o rasgo da visão, afaga o peito abalado, na confirmação que ainda existe na Terra a bênção de um olhar indulgente.

Dulce Morais

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

8 respostas a As cores depois da chuva

  1. A chuva, pelas suas gotas, reflecte a luz e deixa o halo da santidade, ou o arco íris da moldura do espaço que nos tem.

    Um Ano Novo verdadeiramente novo.

    Beijo
    SOL

  2. Dou por mim a sonhar com as leituras que igualmente faziam-me viajar na minha 3.a e 4.a Classe. Na altura, Sophia era a autora. Agora, parece-me que é chegado o tempo de Dulce outras crianças e adolescentes embalar. Força!

  3. Mar aravel diz:

    Tudo pelo melhor em todos os apeadeiros

  4. As cores depois da chuva, “criando a sensação que as fadas visitaram os humildes humanos”…
    Por aqui, depois do intenso sol de verão, o céu abraçou-se em nuvens e trouxe a chuva do litoral. O cinza, em sua mais singela harmonia, brinca de ser verde, brinca de ser pássaro e traz nuances de saudade. As cores depois da chuva é sempre um agraciar de versos!!

    Beijos!!

    Um bom ano para vc!!

  5. Tugazzar diz:

    creio que é por aqui, mais ou menos por este espaço-tempo e cores, que fica o Natal. 🙂
    um texto belo e sereno, com o potencial de tocar o interior de cada um de nós.
    abraço

  6. obrigada pelas visitas e comentários ao longo do ano.
    desejo um bom ano de 2016.
    um beijo
    🙂

  7. E sempre, assim espero, existirá. Lindo Dulce. Bjo grande!

  8. As cores depois da chuva, “ponte que une o Terrestre ao Celeste”… o que está colorido na terra, colorido no céu está.

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s