De Negro Vestida de João Paulo Videira

Romance "De Negro Vestida" por João Paulo Videira

Romance “De Negro Vestida” por João Paulo Videira

De Negro Vestida de João Paulo Videira

Uma vida é feita de inúmeros passeios. Podemos fazê-los na nossa mente, imóveis e pensativos, tentá-los através dos continentes e oceanos, ou ainda percorrer a vida de heróis e heroínas nas páginas de um livro. É este último que nos propõe João Paulo Videira no seu romance “De Negro Vestida”.

Maria de Lurdes, a personagem principal e cujo percurso acompanhamos ao longo da narrativa, é uma mulher simples e complicada, determinada, sempre em busca de si própria, intensa e porém discreta. Luta em busca do equilíbrio, do amor, mas sobretudo de si própria.

Se as primeiras páginas nos levam através de rotinas, as de um casal, as de uma família e as de um autor, rapidamente nos dá o sabor de algo que se prepara, de uma fenda na alma, de uma ruptura na história.

Leva-nos, em seguida, através do caminho percorrido por Maria de Lurdes, que enfrenta o quotidiano com a coragem do desespero, primeiro, com a determinação da sabedoria, em seguida.
Enverga o negro em nome do amor, apanha o cabelo – e o coração – quando esperam que ela o solte. Procura o que não precisa e encontra o que não procurava.

Se Maria de Lurdes poderia, pelo leitor menos atento, ser vista como um paradoxo, é-nos trazida por um autor que conhece a alma feminina, que a detalha e a encanta de mil enfeites realistas, genuínos e que se sentem cuidadosamente observados.

João Paulo Videira oferece-nos uma narrativa fluída, empolgante, cheia de surpresas e cativante. Um estilo ritmado, através de uma sintaxe que nunca apaga o sentido nem o sentir, “De Negro Vestida” é um romance completo e representa, a meu ver, a realização de uma etapa na vida da sua personagem principal e na escrita do talentoso autor.

Aconselho, a todos aqueles que gostam das letras, do talento, das histórias que nos dizem tanto sobre as personagens como sobre nós próprios, a viagem nas páginas deste romance que não pode deixar o leitor indiferente.

Dulce Morais

João Paulo Videira, durante o lançamento de "De Negro Vestida" em Torres Novas, Portugal

João Paulo Videira, durante o lançamento de “De Negro Vestida” em Torres Novas, Portugal

Fotos da página De Negro Vestida e autorizadas pelo autor.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

5 respostas a De Negro Vestida de João Paulo Videira

  1. Muito obrigado pela sugestão, Dulce.
    1 beijo.

    • Será uma leitura excelente, Paulo!
      Em breve publicarei um texto sobre o segundo romance do mesmo autor.
      Abraço!

      • Ao fazer a aquisição, li o resumo mas não me senti muito cativado. O título e a capa estão magníficos. Esperava outro tipo de escrita. Mas… apenas li o resumo! Abraço.

      • Paulo,
        A leitura é algo muito pessoal e é natural que ela nem sempre corresponda, para nós, ao que representou para outros.
        Porém, os resumos (não li este, porque nunca os leio) nem sempre são o reflexo do que contém a obra… de verdade 🙂
        Um abraço e boas leituras!

      • Sim, concordo. Outro abraço e obrigado.

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s