Voar sem asas

Imagem da Web

Imagem da Web

Voar sem asas

Borboletas podem voar
mesmo sem as asas bater.
Percorrer o leve ar,
pairando para tudo absorver.

São doces e leves,
impossíveis a deter.
São instantes breves,
do coração, um bater.

Percorrem nuvens,
espalham a semente,
sem desejos nem bens,
apenas um’alma que não mente.

E voam sempre mais alto
voltando ao ninho preparado.
De paz, nunca falto
com borboletas ao meu lado.

Dulce Morais

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a Voar sem asas

  1. Clau Assi diz:

    Em falta com os amigos. Saudades de estar aqui. Muito obrigada por tudo de bom que você me oferece em seu espaço. Esse em especial está lindo!!

    Beijo ternurento

    Clau Assi

  2. mariel diz:

    Uma alma que não mente. Parece voar isso

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s