Abandono

Imagem da Web Autor desconhecido

Imagem da Web
Autor desconhecido

 

Abandono

Avista-se o círculo das ondas no centro do lago,
fruto da caída do corpo nas águas frias e fundas.
Várias tentativas houvera
de largar a pedra
com pés assentes na terra.
Mas foi do barco,
levado ao centro do manto líquido
por falsos remos manejados,
que foi escolhida a queda.

Um riso sarcástico se prende na garganta,
como quem prefere o desprezo
no lugar onde antes dizia amar.
Não há meia medida
no abandono silencioso.
Resta a ferida aberta
do que foi outrora delicioso.

Apagam-se as ondas no centro do lago.
O círculo fecha-se para sempre
nas profundezas da memória.
Restam os remos na embarcação
e a força de ainda avançar
para gravar novas pegadas
nas areias das dunas desertas.

Dulce Morais

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

Obrigada pelo vosso comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s