Arquivos Mensais: Dezembro 2016

Ecos

Ecos No silêncio ecoa o verso. No papel escorre a tinta. Não digas nada, poeta errante. Ouve o sino tocar nas estrelas. No silêncio ecoa a palavra que tanto esperou. Da porta aberta avista a paisagem, e vive aqui e … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas | Publicar um comentário

Consciente

Consciente A última lágrima é chorada em silêncio. O último suspiro é liberto na solidão. A última palavra é pronunciada para ninguém. O último sino toca no coração. Não há forma elegante De partir depois de ter vivido. Há apenas … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas | Publicar um comentário

Paredes

Paredes Juntam-se as pedras uma a uma se reúnem num monte indistinto. Fabrica-se a argamassa, com cuidado se misturam os elementos conhecidos. Horizontalmente se organiza a construção, em gestos experientes ou descobertos, uma pedra untada da cola preparada, uma outra … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Etiquetas | Publicar um comentário